Sobre_ ALI_SE
_
a árvore ao jardim
Alice Valente Alves

O QUE FAZER


Não sei quem virá
Para dizer quem fez tudo aquilo
Tudo aquilo que por errado

Por tão errado

Era certo

Era o credo da certeza dos incrédulos

E seguimos obrigados a deixarmo-nos ser

Ser dos seres do querer de todos os incrédulos

E esbracejando lutámos, lutámos, lutámos

Para quê

Para diante da cruz

Repetir palavra a palavra

Dizendo, dizendo, dizendo o que estás a fazer

É incerto na certeza de não sabermos

Onde estamos ao certo

De jamais o saber se prega em cruzes

De ladainhas que nos fazem

Não Fazer


E lá longe ouve-se um outro grito

Mais um

Mais que não me verão

Que não me dirão

Que aceitem mais regras

Das obras que não nos ditam






LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Páginas